Como ser abençoada: Sentindo falta de nada!


Esta semana eu estou animada para compartilhar o Princípio # 5 Devemos ter uma mente com propósito.

Se há uma coisa que irá bloquear ou inibir o fluir das bênçãos em sua vida é ter ânimo dobre (mente dividida), o que leva a dúvida, que é o oposto da fé.

Hebreus 11:6“…Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem d’Ele se aproxima precisa crer que Ele existe e que recompensa aqueles que O buscam.”

Como esta série completa é sobre como ser abençoada este ano, e nós sabemos que o nosso Recompensador é Deus, então para agradá-Lo e nos colocarmos na posição de sermos abençoadas, significando que nós nunca duvidamos ou questionamos Seu desejo em nos abençoar — o que significa que nós temos uma mente com propósito.

Dê uma olhada neste poderoso e sábio princípio e promessa:

“Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança; e a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma. Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa, homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos.”  Tiago 1:2-8

Mente dividida é algo que poucas pessoas consideram ser errado, mas aquelas que conhecem e estudam as Escrituras entendem que você pode fazer um monte de coisas boas, mas como o versículo acima nos diz, SE temos uma mente dividida NÃO deveríamos esperar receber NADA do Senhor. Parece com outro dos meus capítulos FAVORITOS da  Bíblia, que também diz:

“Odeio os que são inconstantes, mas amo a Tua lei.” Salmo 119:113.

Mente dividida: Qual é a raiz deste mal que resultará em não recebermos as bênçãos de Deus?

Quando escrevi esta série em 2004, eu disse que havia uma pergunta que as pessoas frequentemente me faziam mais do que qualquer outra, e ainda parece que “me persegue” não importa quantas vezes já me questionaram. A pergunta, que tantas vezes me fizeram, era algo parecido com: “Eu li todos os testemunhos do seu livro e em seu site, mas nenhum é exatamente como o meu…” Em seguida, elas continuavam me contando sobre sua situação para que eu pudesse dizer-lhes se EU achava que o seus casamentos seriam restaurados.

Para ser sinceramente franca, minha primeira reação é ira. Inevitavelmente eu me arrependo da minha ira antes de responder, mas talvez (e apenas talvez) a minha raiva pudesse ser uma ira divina? Talvez seja o Espírito de Deus em mim que está irritado por aquelas que se dizem cristãs mas ainda demonstram “pouca fé”.

Em minha defesa, vamos lembrar o que é dito no Salmo 119:113 “Odeio os que são inconstantes, mas amo a Tua lei.” O que eu SENTIA vontade de lhes escrever de volta era “Ei, vocês têm TODOS esses testemunhos que dão a ‘impressão’ de serem casamentos sem esperança, vocês têm MEU testemunho que eu me dispus a compartilhar e tornar público a qualquer um ao redor do mundo, e se isso não fosse o suficiente, vocês querem que EU lhes assegure?” Eu não podia deixar de lembrar do tempo em que eu nunca tinha sequer ouvido falar de um casamento restaurado (quando um homem deixou sua esposa por uma outra mulher) — nem mesmo UM! Quando eu fui levada a começar a minha Jornada de Restauração, não havia NENHUM ministério de casais ou casamentos (que eu soubesse da existência) que ajudasse pessoas como eu: não tive livros de suporte, não tive boletins chegando na minha caixa de correio (eu não tive internet até 10 anos depois disso), nem tive vídeos, que me colocassem para dormir à noite com palavras encorajadoras (como a Michelle do Alabama me disse que restaurou seu casamento).

Ainda assim, com TODOS esses “sinais” para tantas mulheres isso ainda não é suficiente e, eu tenho que admitir, isso me irava. Eu sei que Jesus se irou, ou se frustrou um pouco, com os seus discípulos quando vez após vez eles duvidavam. Lembre-se de quando eles estavam preocupados com as coisas deste mundo: alimentação, vestuário, etc., e Jesus lhes disse em Mateus 6:30… Deus “não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?”

E então, novamente, quando Jesus ordenou Pedro a sair do barco e andar sobre as águas em Mateus 14:31 é dito que quando Pedro começou a afundar, “E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: ‘homem de pouca fé, por que duvidaste?”

Em Mateus 16:4 Jesus disse que “Uma geração má e adúltera que pede um sinal…” Em seguida, o versículo 8 diz “Vocês, homens de pouca fé …

O que podemos aprender com esses versículos? Que “sem fé é impossível agradar a Deus”, e aqueles que duvidam vão ser jogados “de lá para cá”, como alguém que está de pé à beira do oceano.

Se você é freqüentemente atormentada com a dúvida, eu vou te dizer como eu tenho dito a tantas outras, “Volte para a areia ou tome a decisão de entrar nas águas o profundo suficiente de maneira que você precise que Deus a sustente!” Em outras palavras, vire-se e vá para longe da Restauração ou tome a decisão de entrar em águas profundas o suficiente, lançando-se RADICALMENTE nos braços do Senhor, agarrando-se aos Seus princípios, que a manterão na superfície!

A mente dividida pode ter outras raízes. Uma delas é ouvir aqueles que lhe dizem coisas que são “contrárias” à restauração. Quantas vezes eu leio as confissões daquelas que escrevem que estão “desistindo”, o que, inevitavelmente, se originou em ouvir algo que não deveriam ter ouvido ou lido! (Este princípio está no Capítulo 1 do livro do “Como Deus Pode e Vai Restaurar o Seu Casamento” como a maioria de vocês sabem.)

Além disso, eu também percebi ânimo dobre (mente dividida) naquelas que estão recebendo ajuda em seus casamentos de seus pastores, de um conselheiro e também de outros ministérios de casamento. Sabendo e acreditando neste princípio tão importante sobre a mente dividida (com a consequência tão desastrosa de “não recebermos nada de Deus”), foi que Ele nos levou a expô-los nesses tópicos anos depois em nossas lições atuais.

Eu desafio a todas vocês que estão atualmente recebendo ajuda de uma dessas outras fontes, que eu mencionei acima, a BD (buscar a Deus) e perguntar-Lhe onde você está plantada hoje.

Entendemos desde as primeiras lições sobre “Como ser abençoada em 2019” que  nós devemos estar FIRMEMENTE plantadas junto a ribeiros de águas. Se não estivermos plantadas (mas saltamos de uma fonte de água para outra), facilmente nos tornaremos vacilantes (com mentes divididas).

Ainda assim, talvez antes mesmo de plantar-se aqui, você precise ter certeza de ter “ouvido de Deus que Ele quer restaurar SEU casamento.”

Eu devo confessar que este princípio, que é tão importante, não tem sido suficientemente destacado em nossos recursos. Pode ser que apenas aquelas que estão em um segundo ou subseqüente casamento estejam realmente buscando a Deus para ver se É Seu desejo restaurar seus casamentos. Essas pessoas frequentemente param para buscar a Deus, para ver se É Seu desejo ou vontade, depois de terem lido o capítulo do livro RSC que lida com o divórcio e novo casamento. Talvez, devido a este princípio ter sido negligenciado até agora, estas são aquelas que tiveram a vantagem (porque elas foram encorajadas a buscar a vontade de Deus) sobre aquelas que estão em um primeiro casamento para ambos os cônjuges.

Hoje eu sei, que se eu não SOUBESSE em meu coração que Deus queria restaurar  meu casamento, eu não iria, não poderia, passar pelas últimas batalhas que precisavam ser ganhas ao longo da minha Jornada de Restauração. Eu acredito que eu teria desistido se eu tivesse acreditado que eu estava lutando a batalha e não Deus.

Porém, quando eu entrei pela PRIMEIRA vez nesta batalha de restauração de casamento, eu NÃO tinha essa certeza. Isto não aconteceu até que eu aprendi mais sobre quem Deus era, conheci o coração de Jesus, e escondi o suficiente da Palavra de Deus dentro do meu coração, foi aí que eu realmente soube. Então, aquela fé na habilidade e no desejo de Deus em restaurar MEU casamento foi solidificada quando eu vi o casamento da minha amiga Sue restaurado, apenas algumas semanas antes da data do meu divórcio. Sem dúvida, eu sei que eu busquei a Deus ao longo de toda a minha Jornada de Restauração e sabia que esta restauração, MINHA restauração, era o SEU plano para a minha vida.

Então, deixe-me concluir encorajando-a a separar um momento para perguntar a Deus qual é o Seu plano para a sua vida. Confie em mim e nas outras que têm um casamento restaurado; você vai precisar da Sua certeza, não da nossa, a medida que as batalhas ficarem mais fortes — especialmente quando você está muito perto do fim.

Em segundo lugar, para evitar a mente dividida, busque ao Senhor para saber DE ONDE Ele quer que você receba ajuda. Quando você recebe princípios conflitantes, é tão fácil ser “levada de um lado para outro”. Logo a confusão se instala e você não consegue entender o porquê. Então, a dúvida é capaz de se instalar sorrateiramente e, muito em breve, você se encontra desviada da restauração ou do seu relacionamento com o Senhor (que fora uma vez tão forte).

Aqui no Salmo 1:3 nós vemos o contraste do verso “Não receberá coisa alguma de Deus.” “Pois será como a árvore PLANTADA junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará.”

E nós vemos novamente em Jeremias 17:8 “Ele será como uma árvore PLANTADA junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto.”

A persistência precisa existir na vida do que crê. É por isso que os pastores desencorajam mudanças de igreja. Não é somente porque eles querem que você fique com ELES em SUAS igrejas, é porque eles sabem que ficar mudando é tornar-se vulnerável a ataques. Isso cria raízes curtas. APENAS a árvore que está FIRMEMENTE plantada pode suportar os ventos e a tempestade no meio da tormenta quando (e não se) eles vierem. É a árvore que está FIRMEMENTE plantada que pode resistir quando as tentações surgem e a razão é simples — elas estão FUNDAMENTADAS.

De volta em 2004, sempre que eu mencionava a escolha de um ministério de casamento, inevitavelmente, as pessoas queriam que eu lhes dissesse as diferenças entre o nosso ministério e os outros ministérios de casamento, porém eu nunca me senti confortável fazendo isso, não até que Ele me levou a escrever um capítulo inteiro. A razão é que Deus não fica contente com a desunião, mas com a unidade de Seus seguidores. Além disso, Deus é MAIS DO QUE CAPAZ de guiá-la “quando você O buscar de todo o seu coração.” Toda a questão pode ser resumida pela pergunta “Onde DEUS quer que você esteja?”

Para encerrar, temos visto nas Escrituras que a mente dividida é algo que devemos ter MUITO cuidado para evitar; portanto, nós devemos fazer tudo o que pudermos para NÃO sucumbirmos às suas tentações muito sutis, e sermos arrastadas para dentro do seu caminho de destruição.

Isso significa que, para evitar essa destruição tão comum, simplesmente tenha um tempo a cada dia para: Ponderar, meditar e buscar a face de Deus e o coração do Senhor durante toda esta semana. Tenha certeza de Lhe perguntar se você tem se desviado para qualquer forma de mente dividida. E para aquelas que ainda estão buscando a restauração para seus casamentos — resolvam esta questão de restauração em suas mentes, corações, e tenham certeza de fazer isso com o “Amado da sua alma” — seu Marido Celestial.

Busque ao Senhor e Lhe pergunte onde ELE quer que você seja plantada.

E se Deus está te guiando para outro lugar então eu lhe dou um adeus carinhoso.

Se Deus está lhe dizendo para ficar conosco, então comece a ser FIRMEMENTE plantada para que em breve você possa dar fruto para alimentar àquelas que Deus nos enviará em grandes números nunca vistos antes!

~ Erin

Cantares de Salomão 2:16, 5:8 – “O meu amado é meu, e eu sou dele” “Porque eu estou doente de amor”.


Se você tem um Testemunho ou Relatório de louvor que gostaria de compartilhar sobre a mensagem desta semana, por favor, reserve um momento para:


E se você perdeu a mensagem da semana anterior, clique na tag #CSA logo abaixo.